Vendedoras beneficiam de kits para fomentar comércio formal

Vendedoras beneficiam de kits para fomentar comércio formal

Sessenta mulheres vendedoras e desempregadas, em Luanda, já beneficiam de kits de trabalho para o fomento do comércio formal, no âmbito do protocolo de parceria firmado em 2016 entre a Coca-Cola Botling e o Ministério da Família e Promoção da Mulher (MINFAMU).

Trata-se de um projecto denominado "5by20", patrocinado pela Coca-Cola, que visa potenciar as mulheres vendedoras ambulantes de formação sobre vendas e habilidades de negócios, bem como fornecer grades de refrigerantes, caixas térmicas rolantes, sombrinhas e avental entre outros materiais de trabalho, convertendo o comércio informal em formal no país.



A informação foi revelada esta terça-feira, em Luanda, pela ministra da Família e Promoção da Mulher, Filomena Delgado, à saída de uma audiência de cortesia concedida à directora geral da Coca-Cola Company para África Central, Maserame Mouyme, tendo considerado uma acção benéfica às mulheres que ajudar a combater a fome e a pobreza no país.

"Estamos a trabalhar com as mulheres do sector informal no sentido de converter a economia informal num sector formal do comércio, criando micro, pequenas e médias empresas, no âmbito da Lei das Cooperativas", reforçou.

Segundo a ministra, fruto da interacção mantida com as mulheres beneficiárias destes kits considera-se ser um projecto sustentável que o seu pelouro vai continuar acompanhar e apoiar.



Referiu que dependentemente dos apoios financeiros e das parcerias públicas e privadas que o Ministério vai tendo, projectos do género vão abranger todo país para maior empoderamento da mulher.

A par deste projecto, a governante garantiu incluir mais dois projectos ligados à reciclagem de resíduos sólidos e ao tratamento da água, visando a redução das doenças e promoção da saúde no seio das comunidades.

Por outro lado, a directora geral da Coca-Cola Company para África Central, Maserame Mouyme, que está em visita de trabalho em Luanda, considerou positivo o encontro que manteve com a ministra, por permitir estreitar relações de amizade e partilhar objectivos e prioridades comuns ligados ao empoderamento das mulheres no seio das comunidades e melhoria das suas condições de vida.

Na ocasião, a responsável referiu que o projecto "5by20" tem tido bons resultados na África do Sul, Paquistão, Índia e América Latina, onde muitas mulheres estão envolvidas neste projecto, criando riquezas para as suas próprias famílias.

Afirmou que o projecto prevê atingir até 2020 o empoderamento de cinco milhões de mulheres em todo mundo, tendo em conta o importante papel que a mulher desempenha na sociedade.

O encontro entre a directora geral da Coca-Cola Company para África Central e a ministra da Família e Promoção da Mulher, que visou analisar a situação das mulheres zungueiras e desempregadas, assim como descobrir outras oportunidades de parcerias e novos projectos comuns contou com a presença do presidente do fundo do projecto Coca-Cola Botling, Manuel Sumbula, e outras entidades do sector comercial.

Fonte: ANGOP

Publicidade

Fechar
Fechar