Empresários e jovens empreendedores esclarecidos sobre o PROJOVEM

Empresários e jovens empreendedores esclarecidos sobre o PROJOVEM

Empresários e jovens empreendedores de Malanje foram hoje esclarecidos sobre o Regulamento da Linha de Crédito de Apoio ao Empreendedor Jovem (Projovem), que visa ajudar a juventude a materializar os seus projectos e desenvolver negócios próprios.

O esclarecimento foi feito pelo director provincial da Juventude e Desportos, Fernandes Cristóvão, durante um acto que visou a apresentação do Projovem, tendo na ocasião referido ser intenção do governo que os jovens possam sem grandes dificuldades aceder a referida linha de crédito, por isso surge a divulgação dessa matéria, para a elucidação dos candidatos sobre os requisitos de acesso ao mesmo.

Fernandes Cristóvão exortou a responsabilidade por parte dos empresários e empreendedores candidatos ao crédito, no sentido de cumprirem com as exigências previstas para não defraudarem as expectativas do Executivo angolano.

Por sua vez, o director do INAPEM em Malanje, Carlos Quibuba, disse que a instituição terá apenas a missão de ajudar os candidatos a reunir os documentos necessários para obtenção do crédito e certificar aqueles com requisitos. Explicou que crédito vai entre 100 mil a 40 milhões de kwanzas, de acordo com a proposta de negócio.

Fez saber, que para beneficiar do PROJOVEM, é necessário que os interessados tenham 18 a 40 anos de idade, ser angolano, ter experiência ou formação profissional no domínio do negócio em que pretende empreender.

Já a subgerente do Banco de Comércio Industria, Josina Ivete Mateus, disse que os empresários têm procurado os balcões do BCI, solicitando crédito e com o PROJOVEM, há maior possibilidade recebem os valores necessitados, o que é uma realidade, desde que se reúna os requisitos exigidos.

Acrescentou que o valor de 5 milhões de kwanzas exige a fiança dos sócios e neste caso a garantia é um documento em que os filiados assumem a conta em caso de incumprimento de liquidação por parte do cliente credor.

O PROJOVEM foi aprovada a 12 de Janeiro deste amo durante a 1ª Reunião Ordinária Conjunta das Comissões Económicas e para Economia Real do Conselho de Ministros e visa entre outros objectivos, criar um mecanismo para que os jovens possam dedicar-se ao empreendedorismo, no quadro de um novo processo de educação da juventude, com vista a pôr em marcha o espírito criativo.

Fonte: ANGOP

Publicidade

Fechar
Fechar